O presidente Jair Bolsonaro editou um decreto para regulamentar o trabalho temporário no país. A norma foi publicada no Diário Oficial da União desta terça-feira (15). De acordo com a advogada trabalhista Alessandra Wasserman Macedo, do Melcheds Advogados, o decreto não traz mudanças de regras, mas confirma e deixa mais claras normas e práticas já existentes.

O decreto de Bolsonaro regulamenta lei de 1974 que dispõe sobre o trabalho temporário. Nessa modalidade, a pessoa é contratada por uma empresa que coloca os serviços de trabalho temporário à disposição de outras companhias. Os contratos têm prazo de até 180 dias, com possibilidade de renovação por mais 90 dias.

A advogada Alessandra destaca o trecho do documento que deixa claro que a empresa tomadora desse serviço tem poder técnico, disciplinar e diretivo sobre esses trabalhadores, sem que seja criado vínculo empregatício entre eles. "A tomadora do serviço pode dar ordem direta ao prestador de serviço sem criar vínculo. É uma maior segurança que ganha o tomador do serviço", disse.

Segundo ela, não há mudança em relação aos pontos centrais do trabalho temporário. A jornada diária é limitada a oito horas, com pagamento adicional em caso de hora extra ou trabalho noturno. É garantido o pagamento de férias, calculado proporcionalmente em relação ao período trabalhado, bem como o direito a seguro de acidente de trabalho, benefícios previdenciários e FGTS (Fundo de Garantia do Tempo de Serviço).

O texto ainda estabelece que o trabalhador temporário tenha remuneração equivalente à recebida por funcionários da empresa que atuem na mesma categoria.

Fonte: Bahianoticias


Governo libera quinto lote do abono salarial nesta quinta-feira

PIS será pago aos trabalhadores da rede privada nascidos em novembro e o Pasep a funcionários da rede pública com benefício final 4 Neste

Evo Morales diz que está disposto a voltar à Bolívia

Vamos voltar cedo ou tarde. Quanto antes melhor para pacificar a Bolívia', declarou o ex-presidente no México. O ex-presidente da Bolívia, Evo

Banco do Brics mira investimentos em PPI e Privatizações

Foco é ampliar participação em projetos privados O presidente do Novo Banco de Desenvolvimento (NDB), o banco do Brics (grupo formado por

China é o principal parceiro comercial do Brasil

Em 2019 Brasil tem saldo comercial de US$ 21.45 bilhões com a China A China é a maior economia do Brics, com um PIB cerca de US$ 15 trilhões.

Prefeitos de Itabela e Marcionílio Souza são denunciados ao MP-BA

Itabela: O prefeito de Marcionílio Souza, Adenilton dos Santos Meira, e o de Itabela, Luciano Francisqueto, tiveram as contas relativas ao ano de

Iniciado o asfaltamento do trecho da BR-418 até a antiga Estação

Caravelas: A melhoria na entrada de Juerana, há anos prometida, já é realidade. A chegada das máquinas, nesta segunda-feira (11), encheu de

México concede asilo político a Evo Morales

Líder boliviano renunciou ao cargo em meio à forte crise no país O México concedeu nesta segunda feira (11) asilo político ao ex-presidente

 Bolsonaro assina medida provisória que extingue o Dpvat

O presidente Jair Bolsonaro assinou hoje (11) medida provisória (MP) extinguindo, a partir de 1º de janeiro de 2020, o Seguro Obrigatório de

Vice-presidente Hamilton Mourão recebe título de cidadão

O vice-presidente da República, general Hamilton Mourão, recebeu nesta segunda-feira (11) o Título de Cidadão de Salvador. “Estar aqui

Novas regras para aposentadoria começam a valer nesta terça

Com a promulgação da Nova Previdência, marcada para às 10h, em cerimônia no Congresso Nacional, todas as mudanças passam a vigorar As novas

Nossos Apoiadores: